quinta-feira, 8 de junho de 2017

AO COLÉGIO MARISTA : A lição que acabou dando certo sobre brincadeira "dos que não dão certo"

Créditos texto ao Colégio Marista para Marcio Ruzon

Timeline Facebook Luiz Santana:
Segundo postagens no Facebook e matéria no HuffPostBrasil, alunos do terceiro ano de dois famosos colégios particulares do Rio Grande do Sul organizaram uma festa sobre o que aconteceria com eles “se nada der certo” no vestibular.
Os alunos, expondo a construção ideológica do apartheid social, foram de fantasias de faxineiras, atendentes do McDonalds, vendedores ambulantes, lixeiros, vendedoras do Boticário, entregadores de pizza.
Um dos eventos aconteceu no Colégio Marista em 2015. Veja nota do Colégio. A mesma festa teria acontecido no Instituto Evangélico de Novo Hamburgo (RS).
Em resposta, Márcio Ruzon, escreveu um belo texto:

Ao Colégio Marista:
Meu pai aposentou-se como porteiro. O mesmo que vocês têm aí na entrada do Colégio, que os pais “que deram certo” passam e nem cumprimentam.
.
Então, falando do meu pai, ele trabalhava feito um condenado (aliás, mesmo depois que se aposentou teve que voltar à portaria pra completar a renda). O que meu pai recebia de salário era uma mensalidade que as famílias “que deram certo” pagam pra vocês ensinarem essa ética (ou falta dela) aos estudantes.
.
Ele tinha uma Barra forte preta e com ela ia de sol a sol, chuva a chuva, noite a noite, cuidar de fábricas ou de condomínios ao estilo que os alunos moram ou que os pais “que deram certo” trabalham como Diretores, Gerentes.
.
Aprendi a profissão com meu pai. Fui porteiro por anos. Vi o que é você comer em pé ou no banheiro porque não tem ninguém pra substituí-lo nos intervalos. Cansei de atender pessoas na guarita enquanto mastigava um ovo frio.
.
Já usei papelão como mesa em cima da privada para almoçar.
.
Colégio Marista, meu pai não deu certo. Criou três filhos junto com a minha mãe que ficava apreensiva em casa: -” Será que ele volta?” Porque meu pai pegava estradas perigosas de madrugada, aliando-se ao fato de muitas vezes cuidar de galpões abandonados,que era alvo de bandidos.
Mas ele não deu certo.
.
Conseguiu sustentar 3 filhos (e minha mãe administrando como uma Economista) com pouco mais de um salário, hoje todos bem e com família, mas infelizmente ele não deu certo.
.
Meu pai não é desses pais bacanas que param aí na frente do Colégio, com Cherokees, Tucson, sorrindo pra quem convém e pisando nos descartáveis.
.
Meu pai tem um Palio que vive quebrando, e mesmo debilitado pela idade, levava todos os netos às escolas públicas. Levava e buscava.
Mas, que pena! Meu pai não deu certo.
.
Quem deram certo foram essas famílias que dependem da faxineira, do porteiro, do zelador, da cantineira, do gari, da empregada doméstica. Eles deram certo!
.
Ainda bem que muita gente “dá errado” na vida, senão quem iria preparar o lanche dos filhos que vão para o Colégio Marista? O pai? A mãe? Não sabem nem como ligar um fogão! Mas deram certo, não é?
.
Fique um dia sem um gari na sua rua e no dia seguinte você já está ligando na prefeitura fazendo birra! Ué? Pega uma vassoura e varre! Você não “deu certo”?
.
Fique sem porteiro no condomínio e o mundo para. Não sabem descer pra atender o motoboy? Tem medo de quem seja? Pode ser um ladrão, não é? Deixa que o porteiro arrisca (sem seguro de vida) a vida por você (com seguro de vida).
Gente que não deu certo existe pra isso: mimar os que deram certo.
.
Tenho orgulho de ter um pai que não deu certo, Colégio Marista. E eu tenho orgulho de não ter dado certo também. Já pensou, criar minha filha num ambiente que debocha de profissões, que em vez de promover a isonomia e empatia, fomenta a segregação e a eugenia?
Deus me livre!
.
Aliás, por falar em deus, vocês são de formação católica certo?
Se nada der certo, vocês vão virar carpinteiro também? Embora eu sendo agnóstico, respeito muito um carpinteiro que “não deu certo” e que vocês fingem amar. Que feio, Colégio! Ensinando crianças a desprezarem seu Mestre?
.
Enfim, falei demais. Obrigado pela lição de hoje. Talvez tenha sido o único ensinamento que vocês deixaram:
.
Se nada der certo, vou para o Colégio Marista. Lá pelo menos eu posso esconder meu ser vazio atrás de um patrimônio que consegui pisando nos outros.
.
Viu, a lição de vocês acabou “dando certo”!

domingo, 7 de maio de 2017

"Pare, pense, faça análise"



É dado a importância a tantas coisas, e o que realmente é preciso se concentrar,, é deixado de lado.
.
A busca pelo status em um período curto de tempo, tem levado a esforços intenso, sem qualquer resultado positivo.
.
Em vez de simplificar, complica cada dia mais a vida. Em efeito multiplicador e irrefreável em frustrações.
.
O foco está apenas no cargo e não na contribuição. Na verdade não consegue parar e pensa. Age apenas pela emoção.
.
Na arrogância e prepotência, não aceita nenhum tipo de conselho. A certeza desse Tilo de pessoa, está em suas credências, e não no talento.
.
Pessoas que esperam resultados, apenas para opulência e não para simplificar a vida.
.
Pessoas incapazes de tomar decisões, principalmente, em dificuldades complexas em épocas incertas.
.
Fonte: Jorge Paulo Lemann
.

Alex Aguiar -  Pensamentos 


Ave Maria de Schubert - Meninas Cantoras de Petrópolis

A MAIOR FLOR DO MUNDO| José Saramago



E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos?

Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?




quarta-feira, 26 de abril de 2017

O JOGO NA INTERNET A "BALEIA AZUL" NÃO É A PRINCIPAL VILÃ!

                      Foto Internet ilustrativa.

Desculpa a sinceridade... Mas o problema não é a tal da Baleia Azul! Ela é sintoma! Assim como a febre não é o problema, mas o sintoma, e, a causa é a doença!
.
A Baleia Azul nada mais é que o sintoma de pais ausentes que terceirizam seus filhos para o judô, a escola, ou mesmo à catequese, quando esta, não começa em casa!
.
A Baleia Azul é sintoma também de pais super protetores que acreditaram que amar é dar tudo o que os filhos querem! E, portanto, nunca lhes dizer não!
.
A Baleia Azul é culpa da terceirização dos afetos, da atenção, dos carinhos!
.
Olhem nos olhos, almocem juntos, conversem à mesa!
.
Se não, amanhã virão os vilões do "camaleão roxo", "dragão vermelho", "grilo azul" e outras invenções que apenas irão oficializar a triste verdade que muitos já sabem: nossos filhos estão sendo roubados de nós pela síndrome da falta de amor exigente, ou seja, pela caricatura daquele "amor" que não se compromete! 
Nascemos para ser amados, e quem não o é, não vive, apenas existe! Por isso mesmo, cede às baleias ou aos unicórnios, qualquer coisa que pareça ter sentido, já que para estes, a vida deixou de ter, pois no tempo do "time is money" são poucos os que lhes olham nos olhos e se interessam​, de verdade, por aquilo que os outros sentem, dispostos a "perder" seu tempo! 
.
Só bem mais tarde compreenderão que tempo perdido mesmo, é o tempo que não foi doado!

Pe. Wagner Ruivo


segunda-feira, 17 de abril de 2017

O MEDO PARALISA.

Quando eu vi uma guerreira gritar por justiça, logo lembrei desse poema.
Existe momentos que não devemos nos calar, pois se isso ocorrer seremos esmagados.
Rivaldo R. Ribeiro 


"Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho e nossa casa,
rouba-nos a luz e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada."

Eduardo Alves da Costa.

OBS. Esse poema muitas vezes erroneamente atribuído a Vladimir Maiakóvski


segunda-feira, 3 de abril de 2017

EL CONDOR PASA- Daniel Robles compositor Peruano 1913 a compôs inspirada na musica tradicional andina.



leorojasVEVO

A música mais relaxante de todo o mundo que foi feita até aos dias de hoje!
“El condor pasa“ (“O condor passa”) faz parte de uma zarzuela composta pelo compositor peruano Daniel Robles em 1913 inspirada na música tradicional andina. Em 2004, a canção foi proclamada património cultural do Peru.
Fonte: Internet.   EL CONDOR PASA





segunda-feira, 6 de março de 2017

UTI: Sofrimento sim, loucura talvez, Saudades sinto sim...

É loucura, sei disso... Mas nesses dias bateu uma certa saudade quando estive hospitalizado nos primeiros dias de março/2015 na Santa Casa de Rio Preto, foram 04 dias na UTI e 08 no quarto, acho que foram 11 ou 12 dias no total. 
No ato cirúrgico foi feito uma incisão no meu abdomen entre o osso esterno até a região púbica, isto é me abriram inteiro.
Foram dias tristes para minha família, sofreram muito temendo pelo pior, mas sempre há no nosso caminho esses tropeços que nos levam a acreditar que existem Anjos... 
Quantas pessoas boas e humanas encontrei por lá. Tive medo,fiquei assustado, pois não sabia ao certo o que estava ocorrendo com minha saúde, meu destino estava nas mãos de Deus, dos médicos e daqueles anjos da UTI e isso acalmava meu espírito.
Anjos que não tinham asas, mas agiam como tal.
Lembrei-me dum enfermeiro que me tirou da cama e colocou numa poltrona especial, eu não tinha reclamado de nada, mas ele concluiu que na poltrona eu teria mais conforto e ali em fiquei acomodado toda a tarde.
Havia uma enfermeira, menina ainda, magrinha, frágil. Mas meu Deus quanta força ela tinha naqueles braços fininhos? Ainda na UTI foi meu primeiro banho completo, antes eles apenas passavam no meu corpo panos úmidos. Pois é, ela me amparou com aqueles bracinhos e acomodou-me numa cadeira de rodas e lá fomos nós rumo aos banheiros. 
Que cheiro bom havia naquele corredor!!!
E aquela menina aparentemente frágil me colocou debaixo do chuveiro e começou o banho. fez minha barba com todo cuidado. 
AH que momento bom! Eu ainda muito fraco dependia daquele anjo para me manter de pé.
"- Fiquem três dias sem tomar banho é horrível e vão compreender a minha sensação debaixo daquele chuveiro."
.
Depois de volta para UTI os cateteres foram recolocados, agora de banho tomado e renovado pronto para continuar na minha recuperação. Saudades sinto sim...Mas se Deus quiser tudo aquilo nunca mais vai voltar a acontecer. 
Um dia volto lá, apenas para rever aqueles anjos que me ajudaram a atravessar mais uma ponte na aventura que vida sempre nos reserva...

Rivaldo R. Ribeiro


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

DEFICIÊNCIA E SUPERAÇÃO.



Esse vídeo está fazendo sucesso no mundo inteiro e foi inspirado por uma tirinha feita por um brasileiro!

"A sabedoria da mãe foi única, o menino pelo visto ficava todo o o seu tempo frente a tela de TV jogando vídeo game.
Até que o cãozinho o despertou para a vida, com a mesma deficiência os dois foram brincar com a bola a convite do animalzinho."


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

PONTOS PALESTRA RATAN NAVAL TATA.



Ratan Naval Tata, é um empresário e investidor indiano, filantropo e chairman interino do grupo Tata.
.
Alguns pontos de uma palestra dele em Londres:
.
1. Não eduque seus filhos para serem ricos. Eduque-os para serem felizes. Assim, quando crescerem, eles saberão o valor das coisas, não o seu preço.
.
2. Coma seus alimentos como se fossem remédios. Do contrário, você terá que comer seus remédios como se fossem alimentos.
.
3. Aquele que te ama nunca irá te abandonar, pois mesmo que existam 100 razões para desistir, ele irá encontrar uma única para permanecer ao seu lado.
.
4. Existe muita diferença entre ser humano (substantivo) e ser humano (verbo). Mas somente poucos entendem isso.
.
5. Você foi amado quando nasceu e você será amado quando morrer. Nesse intervalo, você precisa merecer...
.
6. Se quer andar rápido, ande sozinho. Mas se se quer andar longe, ande com alguém ao seu lado!!
.
7. Os seis melhores médicos do mundo: luz do sol, descanso, exercício, dieta, auto confiança e amigos! Mantenha-os em todo os estágios e aproveite uma vida saudável!
.
8. Se você olhar para a lua, verá a beleza de Deus, se você olhar para o sol, verá o poder de Deus e, se você olhar no espelho, verá a melhor criação de Deus. Então, acredite em si mesmo!
.
9. Na vida, somos todos turistas e Deus é o agente de viagens que já determinou todas as nossas rotas, reservas e destinos. Então, confie nele e aproveite essa "viagem" chamada vida!

sábado, 7 de janeiro de 2017

O Escorpião " vale muito apena ler "

                            Foto ilustrativa internet

Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. 
Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo. O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou. Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:
— Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas às vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?
O mestre respondeu:
— A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.
Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida.

"Nunca mude sua natureza porque alguém o estimula a isso, seja sempre você mesmo." 

(Autor desconhecido) 

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O PRINCÍPIO DO VÁCUO! ESSE VÍDEO É LINDO DEMAIS!



Princípio do Vácuo

(por Joseph Newton)

Você tem o hábito de juntar objetos inúteis no momento, acreditando que um dia (não sabe quando) poderá precisar deles? Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta? Você tem o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que já não usa há um bom tempo?
.
E dentro de você? Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos? Não faça isso.
. É preciso criar um espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida.
. É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha.
. É a força desse Vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja.
. Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades.
. Os bens precisam circular. Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem.
. Dê o que você não usa mais.
. A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida.
. Não são os objetos guardados que emperram sua vida, mas o significado da atitude de guardar.
. Quando se guarda, considera-se a possibilidade da falta, da carência.
. É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades.
. Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida: primeira: você não confia no amanhã e, segunda: você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.
. Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você!


sábado, 17 de dezembro de 2016

Espiritualidade: A Lei da Motivação

José estava confuso. Ele havia lido na Bíblia e aprendido na igreja que é melhor dar que receber, mas descobriu que isso nem sempre é verdade. Muitas vezes, sentia que não era reconhecido por "tudo o que fazia". Queria que as pessoas tivessem mais consideração por seu tempo e energia. Porém, sempre que alguém queria que fizesse algo, ele fazia. Achava que isso era amor, e queria ser uma pessoa amável.
.
Por fim, quando o cansaço e o estresse se transformaram em depressão, procurou-me para conversar. Quando perguntei qual era o problema, José disse que estava "amando demais".
- Como é possível "amar demais"? - Perguntei - Nunca ouvi nada parecido.
- Ah, é muito simples - respondeu. - Faço muito mais para as pessoas do que deveria. E isso me deixa bastante deprimido.
- Não sei bem o que você anda fazendo, mas com certeza isso não é amor. A Bíblia diz que o verdadeiro amor nos leva a um estado de graça e alegria. O amor traz felicidade, e não depressão. Se o seu amor o deprime, provavelmente não é amor.
- Não acredito que você possa me dizer uma coisa dessas. Faço tanta coisa para os outros. O que faço é me doar o tempo todo. Como você pode dizer que isso não é amor?
- Digo isso por causa do fruto de suas ações. Você deveria estar se sentindo feliz, confortavelmente em paz, e não deprimido. Por que você não me conta o que faz pelas pessoas?
.
Depois de passarmos mais algum tempo juntos, José aprendeu que muitas de suas "ações" e sacrifícios não eram motivados pelo amor, mas pelo medo. Aprendera cedo na vida que, se não fizesse o que sua mãe queria, ela o privaria de seu amor. Por conseguinte, José aprendeu a dar com relutância. Sua motivação em dar não era amor, mas medo de perder o amor.
José também temia a raiva dos outros. Como seu pai costumava gritar com ele quando garoto, aprendeu a temer esses conflitos inflamados. Esse medo o impedia de dizer "não" aos outros. Sabemos que as pessoas egocêntricas, as autoritárias, as prepotentes, as vaidosas, entre outras, geralmente ficam iradas quando ouvem um "não".
.
José dizia "sim" por medo de perder o amor e por medo de que os outros se zangassem com ele.
Nós, que aprendemos a elaborar nossas respostas com Amor-Exigente, sabemos que não podemos deixar o comportamento inadequado do outro influir negativamente na nossa forma consciente de agir.
.
Vamos refletir sobre algumas falsas motivações que nos impedem de estabelecer limites e exercer nossa autoridade do modo e quando necessário:

.
1. Medo de perder o amor, ou de ser abandonado: Quem diz "sim" e depois fica ressentido é porque sente medo de perder o amor de alguém. Essa é a principal motivação dos mártires. Dão para receber amor e, quando não o recebem, sentem-se frustrados e abandonados.
.
2. Medo da raiva do outro: Por causa de antigas feridas e limites fracos, algumas pessoas não suportam que ninguém fique furioso com elas.
.
3. Medo da solidão: Algumas pessoas cedem porque sentem que "ganharão" amor e acabarão com sua solidão.
.
4. Medo de perder "o lado bom de mim": Fomos feitos para amar. Por isso, quando não estamos amando, sofremos. Muitas pessoas não conseguem dizer "Amo você, mas não quero fazer isso". Essa afirmação não faz sentido para elas, pois acreditam que amar significa sempre dizer sim.
.
5. Culpa: O ato de dar, de muitas pessoas, é motivado pela culpa. Tentam praticar boas ações para superar a culpa que guardam e para sentir-se bem consigo mesmas. Quando dizem "não", sentem-se mal. Então ficam tentando compensar, obter perdão, merecer a bondade e a gratidão dos outros.
.
6. Retribuição: Algumas pessoas ganham as coisas com bilhetes de culpa em anexo. Por exemplo, quando os pais dizem coisas como "-Nunca tive coisas tão boas quanto você tem", "-Você deveria ter vergonha de tudo o que tem". Essas pessoas se sentem obrigadas a pagar por tudo o que receberam.
.
7. Aprovação: Muitos se sentem como se ainda fossem crianças à espera da aprovação dos pais. Portanto, quando alguém quer que façam algo, precisam atender para que esse pai simbólico fique "satisfeito".
.
8. Excesso de identificação com a frustração dos outros. Pessoas que não resolvem todas as suas decepções e frustrações, sempre que precisam negar algo a alguém "sentem" a frustração do outro no grau máximo. Não conseguem suportar a ideia de magoar tanto alguém, então consentem.
.
A questão é a seguinte: Fomos criados com liberdade e isso nos autoriza a sentir gratidão, afeto e amor pelos outros. Ser generoso é recompensador. É bem melhor dar do que receber. Se a sua doação não lhe traz alegria e conforto, então você precisa examinar a Lei da Motivação.
.
Veja o que diz a Lei da Motivação:
Ter liberdade em primeiro lugar, servir em segundo. Se você serve para livrar-se do medo, está fadado ao fracasso, à frustração, ao estresse e à infelicidade.
Deixe que Deus cuide de seus medos, resolva-os e crie alguns limites saudáveis para preservar a liberdade que lhe foi concedida por Ele desde a criação da espécie humana.
.
Fonte: APAEX- Associação Portoalegrense de Amor-Exigente.
.
Retirado do Facebook de Jozelise Calgaro



domingo, 13 de novembro de 2016

GOLDEN BUTTON - O PODER DO BOTÃO DOURADO (LEGENDANDO)



GOLDEN BUTTON - O PODER DO BOTÃO DOURADO (LEGENDANDO)

OLÁ, ES NOVO POR AQUI? SEJA BEM VINDO.. NÃO PERCA MAIS NENHUM VÍDEO, SE INSCREVA JÁ.. ATÉ O PRÓXIMO VÍDEO. UM BEIJO

domingo, 23 de outubro de 2016

FERNANDA TAKAI: O RITMO DA CHUVA



Extra do DVD "Luz Negra - Fernanda Takai ao vivo"
"O Ritmo da Chuva" (versão: Demetrius/John C. Gummoe)


sábado, 15 de outubro de 2016

Lulu • To Sir With Love (Ao Mestre com Carinho) + MR HOLLAND - Adorável Professor

Cena do filme "Ao mestre com carinho", de 1966, em que alunos fazem uma homenagem ao professor Mark Thackeray (Sidney Poitier) cantando "To sir with love":







*******
Mr Holland - Adorável Professor

Obs. Texto anexo ao vídeo: 
Neste filme, temos a trajetória de um professor de música que deseja compor uma canção que ele imagina que será sua obra prima, e para que isso aconteça ele começa a lecionar música para ter uma poupança no futuro e tempo para começar a sua composição.
.
A sua caminhada começa nos anos 60, com o total desinteresse dos alunos, as dificuldades do casamento e o anúncio da gravidez de sua esposa. Esse professor vai sofrendo adversidades comuns a todos, e também não consegue se integrar na educação do seu filho, que tem problema auditivo.
.
Com persistência, ele faz com que seus alunos se interessem cada dia mais pela música, melhorando a vida de cada um. Infelizmente nessa dedicação ele deixa seu filho e sua esposa de lado, comprometendo a vida familiar.
.
Mr. Holland é um filme de amor a arte de lecionar, da caminhada e da vivência escolar. Infelizmente o professor de muitos anos de dedicação é mandado embora por problemas financeiros dentro da escola, com final emocionante em que a escola faz uma homenagem com seus primeiros alunos, agora já adultos, tocando a sua composição.

*******
Eliana, O mestre com carinho, versão 2012



terça-feira, 2 de agosto de 2016

PARA REFLETIR:A NATUREZA DA COBRA É PICAR


Um mestre do Oriente viu quando uma cobra estava morrendo queimada e decidiu tirá-la do fogo, mas quando o fez, a cobra o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo no fogo e estava se queimando de novo. O mestre tentou tirá-la novamente e novamente a cobra o picou. Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:
— Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-la do fogo ela irá picá-lo?
O mestre respondeu:
— A natureza da cobra é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.

Então, com a ajuda de um pedaço de ferro o mestre tirou a cobra do fogo e salvou sua vida.

Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal, não perca sua essência; apenas tome precauções.
Alguns perseguem a felicidade, outros a criam.
Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. 
E o que os outros pensam, não é problema nosso... é problema deles.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

MÚSICAS INESQUECÍVEIS DO BAÚ




 Abaixo lista com nome das músicas.
1- Don't forget to remember - Bee Gess
2- Smoke gets in your eyes - The Platters
3- Someday Somewhere - Demis Roussos
4- Only Time - Enya
5- She - Elvis Costello
6- One day in your life - Michael Jackson
7- Theme from Mahogany (Do you know where you're going to) Diana Ross
8- To sir with love - Lulu
9- How can I go on - Live - Freddie Mercury and Monserrat Caballe
10- Daniel - Elton John
11- Sylvia - Elvis Presley
12- Crazy - Julio Iglesias
13- Lady Jane - The Rolling Stones
14- My way - Frank Sinatra
15- Poor side of town - Johnny Rivers
16- Sharing the night together - Dr Hook
17- Unchained melody - Righteours Brothers
18- Twilight time - The Platters
19- It's my first day without you

Do canal YOUTUBE  sldfran

sábado, 11 de junho de 2016

Bee Gees - First of May (Melody 1971)



This First of May music video is a tribute to Bee Gees' Robin Gibb who passed away May 20, 2012 after a long battle with cancer. Farewell Robin.

First of May was released in 1969 and featured in the soundtrack of Melody -- a 1971 British film about "puppy love" starring Jack Wild, Mark Lester and Tracy Hyde.

Incidentally the song was responsible for the departure of Robin from the Bee Gees. Robin had wanted Lamplight to be the album's first single but Barry preferred First of May. Barry won and Robin quit. A year later, they reunited to become one of the most prominent and successful group in the history of pop music.

Video made by: fkwk101 (Yukon Audio-visual Workshop).

Cidade dos Anjos - City of Angels




Em algum lugar do passado - Filme e música


domingo, 22 de maio de 2016

ASSINADO EU



Assinado Eu - de Tiê
Já faz um tempo
Que eu queria te escrever um som
Passado o passado,
Acho que eu mesma esqueci o tom
Mas sinto que
Eu te devo sempre alguma explicação.
Parece inaceitável a minha decisão.
Eu sei.
Da primeira vez,
Quem sugeriu,
Eu sei, eu sei, fui eu.
.
Da segunda
Quem fingiu que não estava ali,
Também fui eu.
Mas em toda a história,
É nossa obrigação saber seguir em frente,
Seja lá qual direção.
Eu sei.
.
Tanta afinidade assim, eu sei que só pode ser bom.
Mas se é contrário,
É ruim, pesado
E eu não acho bom.
Eu fico esperando o dia que você
Me aceite como amiga,
Ainda vou te convencer.
.
Eu sei.
.
E te peço,
Me perdoa,
Me desculpa que eu não fui sua namorada,
Pois fiquei atordoada,
Faltou o ar,
Faltou o ar.
.
Me despeço dessa história
E concluo: a gente segue a direção
Que o nosso próprio coração mandar,
E foi pra lá, e foi pra lá.
.
E te peço,
Me perdoa,
Me desculpa que eu não fui sua namorada,
Pois fiquei atordoada de amor
Faltou o ar,
Faltou o ar.
.
Me despeço dessa história
E concluo: a gente segue a direção
Que o nosso próprio coração mandar,
E foi pra lá, e foi pra lá, e foi pra lá.

Veja mais sobre TIÊ


Tiê - Se Enamora



Quando você chega na classe
Nem sabe
Quanta diferença que faz
E às vezes
Faço que nem vejo e nem ligo
E finjo, ser distraída demais

Quantas vezes te desenhei
Mas não consigo
Ver o teu sorriso no fim
Te sigo
Caminhando pelo recreio
Quem sabe
Você tropeça em mim

Se enamora
Quem vê você chegar com tantas cores
E vê você passar perto das flores
Parece que elas querem te roubar

Se enamora
Quem vê você chegar com tantos sonhos
E os olhos tão ligados nesses sonhos
Tesouros de um amor que vai chegar

Quando toca o despertador
De manhazinha
Me levanto e vou me arrumar
E vejo
A felicidade no espelho
Sorrindo
Claro que vou te encontrar

Fico só pensando em você
E juro
Que vou te tirar pra dançar
Um dia
Mas uma canção é tão pouco
Nem cabe
Tudo que eu quero falar

Se enamora
Quem vê você chegar com tantas cores
E vê você passar perto das flores
Parece que elas querem te roubar

Se enamora
Quem vê você chegar com tantos sonhos
E os olhos tão ligados nesses sonhos
Tesouros de um amor que vai chegar

Se enamora
E fica tão difícil
De ir embora
E às vezes escondido
A gente chora
E chora mesmo sem saber porque
Se enamora
A gente de repente
Se enamora
E sente que o amor
Chegou na hora
E agora gosto muito de você



quarta-feira, 18 de maio de 2016

segunda-feira, 9 de maio de 2016

AGNALDO RAYOL & CRISTIAN e RALF MIA GIOCONDA



"Minha Gioconda (Participação Especial de Agnaldo Rayol)" de Chrystian & Ralf (Google PlayiTunes)


Vicente Celestino Mia Gioconda



Para quem gosta... Encontrei o filme O Ébrio, aqui no Youtube mesmo:  https://youtu.be/en96hs-1u8w

Vicente Celestino, que tocava violão e piano, foi o compositor inspirado de muitas das suas criações. Duas delas dariam o tema, mais tarde, para dois filmes de enorme público: O Ébrio (1946) e Coração Materno (1951). Neles Vicente foi dirigido por sua mulher Gilda Abreu (1904 - 1979), cantora, escritora, atriz e cineasta.
Celestino passaria incólume por todas as fases e modismos, mesmo quando, no final dos anos 50, fiel ao seu estilo, gravou "Conceição", "Creio em Ti" e "Se Todos Fossem Iguais a Você". Seu eterno arrebatamento, paixão e inigualável voz de tenor, fizeram com que o povo o elegesse como A Voz Orgulho do Brasil.



terça-feira, 3 de maio de 2016

KAUANY SOUSA: Estudante carrega enxada para homenagear os pais em festa de formatura





Na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, a jovem Kauany Sousa, de 24 anos, ergueu uma enxada durante sua entrada na cerimônia de formatura do curso de Serviço Social, na UnP (Universidade Potiguar) para agradecer seus pais pelo esforço no trabalho na roça para garantir o sustento dela e de mais três irmãos.




MÚSICA: NO DIA EM QUE EU SAI DE CASA
CANTORES: ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO

EQUIPE:
APRESENTAÇÃO: SOLANGE SANTOS
IMAGENS: OZIEL PEIXOTO E EDER LUIZ
ÁUDIO: ELIAS FILHO

PRODUÇÃO: JORGE AMÂNCIO, ISMAEL CARLOS, JEAN CUSTO
EDIÇÃO: EDER LUIZ
DIREÇÃO: FABIANO MORAIS

PERSONAGEM: KAUANY SOUSA
FOTÓGRAFO: JOSÉ BEZERRA



OBS. Espero que não bloqueiam esses vídeos por causa de direitos autorais, isso porque a história é linda, o exemplo é lindo e deve ser divulgado mostrando que todo SONHO É POSSÍVEL.  




quinta-feira, 28 de abril de 2016

O Velho E O Mar (Dublado)-a adaptação do clássico de Ernest Hemingway



TEXTO ANEXO AO VÍDEO YOUTUBE 

THE OLD MAN AND THE SEA (O VELHO E O MAR). Rússia/Canadá/Japão, 1999. Direção de Aleksandr Petrov. Ganhador do Oscar em 2000 como melhor curta animado, a adaptação do clássico de Ernest Hemingway, "O Velho e o Mar" é uma obra prima do animador russo Alexander Petrov. O curta com pouco mais de 20 minutos de duração, demorou pouco mais de 2 anos para ser produzido, pois Petrov pintou a óleo e fotografou cada um dos 29 mil frames em quadros de vidro. Para quem não sabe, O Velho e o Mar foi o último livro de Hemingway publicado durante a sua vida e conta a história de um velho pescador que decide enfrentar o alto mar em busca de um peixe gigante.


segunda-feira, 11 de abril de 2016

Canarinho Cantador (vídeo Clipe) Grupo Amizade sem Fronteira



Canarinho Cantador ( Video Clipe oficial) Grupo Amizade sem Fronteira; Compositor: Sérgio Filgeira da Silva
Vídeo Clipe: Studio Zulviem / Igor Henrichy
Mixagem e Masterização : Joel Taborda ; Voz: Shaiane Haskel e Igor Henrichy


terça-feira, 1 de março de 2016

Chris and Leah Wedding Highlights(Chris e Lea Destaques do casamento)


Originally I made this video as a pre video for the Bride and Groom only and, by popular request, of the Bride and Groom and their many friends I put this video up. It is different because of the songs used.
(Tradução:Originalmente eu fiz esse vídeo como um vídeo pré para a noiva e só noivo e, por solicitação popular, da noiva e do noivo e seus muitos amigos eu coloquei este vídeo acima. É diferente por causa das canções utilizadas.)







Original
A big surprise for newly married couple Chris and Leah O'Kane...

(Uma grande surpresa para o casal recém-casado Chris e Lea O'Kane ...)
To use this video in a commercial player, advertising or in broadcasts, please email Viral Spiral: contact@viralspiralgroup.com

These lyrics are original and written by a girl in Enniskillen, Northern Ireland, I think. So many have asked for them I hope the girl who wrote them gets in touch with me.

WE JOIN TOGETHER HERE TODAY,
TO HELP TWO PEOPLE ON THEIR WAY,
AS LEAH AND CHRIS START THEIR LIFE TOGETHER,
AND NOW WE'VE REACHED THEIR SPECIAL DATE,
WE'VE COME TO HELP THEM CELEBRATE,
AND SHOW THEM HOW MUCH WE LOVE THEM TOO,
HALLELUJAH, HALLELUJAH, HALLELUJAH
HALLELUJAH,
AS LEAH IS WALKING UP THE AISLE,
AND CHRIS LOOKS UP AND GIVES A SMILE,
THE LOVE THAT FLOWS BETWEEN THEM FILLS THE CHURCH,
WITH LEAH'S FRIENDS AND FAMILY ON HER SIDE,
SHE REALLY IS THE BLUSHING BRIDE,
WITH LOVE AND PRIDE THEY LEAD HER
HALLELUJAH,
HALLELUJAH, HALLELUJAH, HALLELUJAH
HALLELUJAH,
WITH THE PRIEST AND THE FAMILY WHO LEAD THE PRAYERS,
WE SAY OUR LINES AND THEY SAY THEIRS,
I GUIDE THEM THROUGH THE CEREMONY,
AND IN THIS HOUSE OF GOD ABOVE,
THEY JOIN THEIR HANDS TO SHOW THEIR LOVE,
AND SAY THOSE MOST IMPORTANT WORDS THAT YOU HEARD,
HALLELUJAH, HALLELUJAH, HALLELUJAH
HALLELUJAH,
HALLELUJAH, HALLELUJAH, HALLELUJAH
HALLELUJAH,
HALLELUJAH,
HALLELUJAH.




As Pupilas do Senhor Reitor (1935)-FILME




As Pupilas do Senhor Reitor (1935)
Argumento: Jorge Brum do Canto
Ano: 1935
Género: Romance
Duração: 102 minutos


SINOPSE

Na aldeia de Póvoa do Varzim, região do Minho em Portugal, os conflitos dos moradores locais.
.
Após a morte de seu pai, Margarida (Guida) vai viver com sua meia-irmã Clara, filha de sua madrasta. A madrasta morre e confere a educação das meninas ao Padre António, o Senhor Reitor. A partir daí o Reitor começa a cuidar das duas mocinhas.
.Pedro, um homem simples que trabalha no campo como o seu pai, o Sr. José Das Dornas, dono da fazenda mais importante da aldeia, é noivo da ambiciosa Clara. Guida, por sua vez, é a prometida de Daniel, que voltou à aldeia graduado como médico, destituindo o posto do Dr. João Semana. Mas o rapaz não se lembra de Guida, nem da promessa de casamento feita anos antes à jovem, assim como não se acostuma com a vida humilde da pequena aldeia.
.
O Reitor se inspirará na natureza para proteger e cuidar de suas flores (Guida e Clara), utilizando sua sabedoria para controlar as incríveis confusões que surgirão.

http:/pt.wikipedia.org/wiki/As_Pupilas_d­o_Senhor_Reitor;





domingo, 17 de janeiro de 2016

NÃO SOMOS LIVRES

Eu queria um lugar no mundo, onde fosse realmente meu, mas infelizmente nenhum ser humano pode afirmar isso, porque todos somos muitas vezes algozes da nossa própria espécie. 
Mesmo que não queremos, ocupamos um espaço, cada um de nós somos invasores e ocupantes de algum ponto...Nossas vitórias? Alguém perdeu com isso.  
. Olhando uma águia solitária planando sendo levada pelas correntes de ar, quem não a admira?
Sentimos o desejo de viver um pouquinho da liberdade que faz parte da sua natureza...
Entre nós não somos livres.... 

Rivaldo R. Ribeiro.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

"Eu não quero ser como vocês"



Silvia Nobre Waiãpi reage ao assassinato do bebê Vitor Kaingang com discurso emocionado; atriz, fisioterapeuta, tenente do Exército, ela cobra governo e sociedade

Todas as etnias indígenas no Brasil choram e pedem um basta!
Comissão de Direitos Humanos onde está? 
Será mais uma desculpa para não falar de nós... Haverá novamente o silêncio? 
E Vitor Kaingang se juntará com Galdino Pataxó e tantas outras lideranças indígenas assassinados no Brasil.
Olhe e veja o que teu homens fizeram!

* * * * * * *

"Qual o lugar de Vítor Kaingang?  Ele foi assassinado aos 2 anos no dia 30 de dezembro, na rodoviária de Imbituba (SC). Qual o lugar dos indígenas em nossa sociedade? O desabafo emocionado da tenente (atriz, fisioterapeuta) Sílvia Nobre Waiãpi sobre a morte de Vítor traz embutida essa reflexão – ou a denúncia de que nós, brancos, não oferecemos nenhum lugar aos povos indígenas. Na cidade, não pode. E, no campo, as terras são tomadas. Por exemplo, pelo agronegócio.

A degola de Vítor não motivou grande comoção no país. O principal jornal do país, a Folha, só descobriu nesta terça-feira o assassinato, em texto seco sobre o pai do bebê Kaingang: Acabou com o meu mundo, diz índio pai de bebê esfaqueado no litoral de SC. E é exatamente essa indiferença um dos temas do desabafo de(Conheça a vida dessa guerreira clicando aquiSílvia), da etnia Waiãpi, do Amapá, que já fez pontas como atriz na Globo, é fisioterapeuta e tenente do Exército:"





segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Tiê "A Noite"



"A Noite"
Com Milhem Cortaz

Realização: Bando
Direção e roteiro: Fernando Moraes
Fotografia: Fernando Moraes e Flávio Zangrandi
Imagens Tiê por Mini Kerti e Flávio Zangrandi
Direção de arte: Rita Wainer
Produção executiva: Délio Santiago
Produção: Débora Vendito, Tania Pacheco, Natasha Santana, Paula Batalha e Beatriz Lopes
1º assistente de câmera: Daniel Domingues
Assistente de produção: Douglas Souza
Montagem: Fernando Moraes
Figurino: Isadora Gallas
Preparação de elenco: Guilherme Tensol
Contra-regra: Tauá Biral
Eletricista: Ailton
Assistente de elétrica: Mineiro
Produção: Bando Studio e Conspiração Filmes
Produção Rosa Flamingo: Bárbara Pires
Apoio: MovieArt e 155 Hotel
Agradecimentos: 155 Hotel, MovieArt, Paulo Dantas, Tia Ana, Fasano Las Piedras, Pinky Wainer, Zuca Pinheiro, Walério Araújo, Gustavo Silvestre, Seb e Karina, Walker.



domingo, 6 de dezembro de 2015

NILCE E JOSÉ







Eu vi esse casal lindo e não resisti e fiz essas fotos:

A esposa levando seu esposo para um passeio, ela também já idosa com todo cuidado o ajudava a caminhar até o destino.

Quantos anos vivem juntos? Quantas pontes e obstáculos já ultrapassaram?

Nós dos tempos modernos seríamos capazes de ir tão longe?

Os nossos interesses atuais, que muitas vezes beira ao egoismo seriam capazes de afugentar uma vida de convivência como essa? Não podemos afirmar, quantos casais digladiam entre si numa luta insana almejando a vitória, mas se esquecem que são um casal e vitoriosos ou derrotados serão ambos...   

A vitória eles conseguiram!!! Porque estão caminhando juntos.

Um exemplo que pode levar uma boa reflexão para os jovens casais desses tempos corridos, onde buscam algo que na maioria das vezes nada vão encontrar, apenas a certeza que o tempo passa rápido demais...

Rivaldo R. Ribeiro


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Sem Braços Sem Pernas -- Emocionante História de Nick Vujicic - Legendado em Portugues



Vídeo espetacular e emocionante de Vujicic, que sofre de focomelia e já visitou cerca de 20 países em palestras de motivação para empresários, estudantes, presidiários, crianças e deficientes físicos. Um Filho de Deus que superou todos os obstáculos. Diante de todas as adversidades, acreditou no seu poder e mudou a sua história.

Surpreendentemente seus hobbies são: nadar, surfar e jogar golfe.
Não desista de Deus, porque Ele não desistirá de você.
Texto: Youtube 


sábado, 31 de outubro de 2015

O pintor desses quadros,Mario Augusto de Moraes Machado, reside em Nova Friburgo-RJ, bela cidade serrana do Estado do Rio de Janeiro. 


Clique sobre as imagens para vê-las no tamanho original:


Nova Friburgo, 14/03/08
Esta é uma das mais belas vistas existentes na cidade serrana de Nova Friburgo.

O grande prédio amarelo, no centro da tela pintada por De Moraes em 1997, é o famoso "COLÉGIO ANCHIETA" da Ordem dos Jesuítas. Dali de suas salas saíram alunos que mais tarde se projetaram no cenário político, econômico e artístico de nosso país. Aqui, nessa terra, nasceu o famoso pintor Guignard e nesse egrégio estabelecimento de ensino passou Euclides da Cunha, o famoso autor da obra "Os Sertões" que conta a saga dos recontros entre o exército da Primeira República e os habitantes de Canudos, ao norte do estado da Bahia. Logo ao pé da grande pedra está a UERJ, da Fundação Getúlio Vargas que antes fora um colégio de sistema de internato para rapazes de abastadas famílias de todo o Brasil. São vistos os topos de alguns prédios da cidade, parte das copas dos antigos eucaliptos que dão sombras e beleza à Praça Getulio Vargas e abaixo, no lado direito da tela, os arbustos próximos a casa do pintor.
Nota: De Moraes é o cognome de Mario Augusto de Moraes Machado que se assina MORANI em suas correspondências na internet.



Nova Friburgo, 17/03/08
Esta é mais uma paisagem pintada por mim. Montei meu cavalete na sala de estar, pois dali posso ter a visão clara das pedras irmãs que têm o nome de DUAS PEDRAS, não por elas, mas, sim, por duas outras que ficam na montanha à esquerda, no alto, também à esquerda, e que se inclinam para o abismo como mostro aqui. São duas montanhas de pura rocha cobertas em parte, nos cimos, principalmente, por uma verdura rasteira. Sobranceira à cidade, tem imediatamente ao seu pé a conhecida Fundação Getulio Vargas. À direita, rente ao limite da tela se pode ver uma parte do Colégio Anchieta: o predio amarelo no qual aparecem três janelas, porém são muito mais em todo o prédio de uma imponência admirável e com suas muitas palmeiras altaneiras a completar a "moldura" natural do lugar. Abaixo, quase no meio da tela, vemos os últimos andares do Edificio Italia; mais um pouco à direita se vê a torre da companhia telefônica e partes de outros prédios ali e mais além, na direção ao Colégio Anchieta. Logo acima do topo do Edificio Italia outra pequena torre, que sobrepuja levemente a de cores vermelha e branca (da Telefônica), prédios brancos, encobertos em parte pela vegetação, pertencem: um ao Teleférico, e o outro a um restaurante. Atualmente, existem mais prédios residenciais lá nas alturas incluindo prédios de apartamentos, pois a paisagem acima reproduzida por meus pincéis foi feita em 1998. Pode-se bem avaliar a vista que se tem de toda a cidade, incluindo outras montanhas, pedras como a da Catarina e a mais alta da região: a montanha da Caledônia com 2.219 metros de altitude. Lá os ventos são poderosos e capazes de derrubar homens que se coloquem de pé em seu pico. Avista-se do seu alto a cidade do Rio de Janeiro, em meio às brumas que sobem da serra de Friburgo. Tudo se veste de uma beleza sem par, tanto à frente como à esquerda ou à direita de quem chega até à base das Duas Pedras. Nossa cidade de Nova Friburgo foi fundada por suiços. A principio, aqui chegaram 2006 emigrantes com o aval de D.João VI vindos do Cantão suiço para as terras da fazenda Morro Queimado, por volta de 1818. No trajeto do Rio para o alto da serra as perdas de vidas humanas chegaram a 386, mas 14 novas crianças chegaram no "Novo Mundo" serrano. 16 de maio é a data magna da cidade, que de agrícola por excelência adotou, paulatinamente, um parque industrial de importância inegável. Nova Friburgo deu guarida ao eminente Ruy Barbosa que ocupava mansão à Praça XV de Novembro, hoje Praça Presidente Vargas. A mansão, que deveria ter sido tombada pelo Patrimônio Histórico, hoje já não mais existe. Era um pequeno castelo de pujante presença, mas derrubado pela incúria de alguns que não lhe deram os devidos valores histórico e turístico. Poderia ter sido um Museu, que a cidade não tem, para o registro de toda a história belíssima de nossa cidade. Sou carioca de nascimento, mas friburguense de alma.
Morani

FONTE: http://blogdomorani.blogspot.com/2008_03_01_archive.html  


SEGUNDA PARTE: 



CASARIO E MATRIZ DE ALDEIA BRASILEIRA

Nova Friburgo, 12/04/08


Eis um lugar em que muitos brasileiros gostariam de viver. Muita tranquilidade num lugarejo sem pressa de o tempo passar, para se viver um dia como se o mesmo tivesse 48 horas.

A torre da velha igreja, que está se inclinando para a direita por motivo do terreno estar cedendo ao seu peso, teima ainda continuar de pé como baluarte da fé que determina todos os principios do mundo.

Ao seu lado um campinho, gramado, onde a molecada do lugarejo vai bater a sua bola nos finais de semana. Abaixo desse local de brincadeiras vê-se o que restou de um antigo muro que protegeu, por anos, uma casa que já não mais existe. Só na lembrança da vizinhança.

Do outro lado da rua o casario se estende até à beira do rio, mostrando as ruínas de uma outra antiga residência. Sobre o que restou do muro, um rapaz tenta pescar o almoço do dia. Esse jovem está folgando. Subindo a ladeira, um trabalhador autônomo tenta vender suas frutas, e sobre a caixa dágua do casarão, em primeiro plano, um homem ajoelhado tenta algum conserto. O prédio todo pede socorro. A pintura vai-se consumindo com a umidade do rio, mostrando o emboço e a idade do casarão. À frente passa o rio tranquilo como todo o resto da aldeia. É meio-dia. Todos estão recolhidos aos seus lares, talvez sentados às mesas para consumirem o almoço. O sol a pino não deixa os freguezes sairem à rua para atender o vendedor que sobe a ladeira com o cesto na cabeça. No céu, nuvens pesadas prenunciam chuvas vespertinas. E a vida vai sendo vencida e vencendo os moradores.

A tela foi pintada em 1991 e assinada De Moraes, medindo 0,48 x 0,63, em
óleo.




Paisagem matinal em Friburgo.
Nova Friburgo, 18/04/08


Mais uma bela vista que o local onde moro me privilegia sobremaneira.

Ainda é muito cedo, mas podemos ver uma mulher ao canto esquerdo inferior da tela indo a algum lugar.

Por trás do primeiro plano a primeira montanha, ao longe, se acha parcialmente coberta por densa cortina de nuvens.

O céu se acha límpido como cristal, e os primeiros raios do sol começam a se esbater nas fachadas das casas, nas copas das árvores e ao chão se estendem como lençois, dando um toque de luz no gramado e em parte do pequeno barranco de onde sobem três troncos delgados de eucalipto - árvore muito encontrada em regiões frias. As chuvas torrenciais que cairam durante a noite desbarrancaram a pequena elevação à direita, até à base de um dos prédios do local. Esses trê pés de eucalipto infelizmente já não existem mais. Derrubaram-nos por medida de segurança. E, assim, vamos perdendo o nosso arvoredo por desculpas inaceitáveis. As chuvas violentas, mais os ventos fortes que correm por ali, nem sequer mexeram nos delgados troncos: continuaram eretos.
Essa tela foi pintada na década de 90 , em óleo sobre duratex.
 


INICIO DO GRANDE BOSQUE DO PERISSÊ
Nova Friburgo, 11/04/08

O bairro em que vivo é um lugar da cidade que descortina aos nossos olhos, sempre atentos, os mais lindos recantos.

Ali se vive em meio à vegetação abundante; um bosque que vai da rua onde se encontra a casa focada até ao seu mais elevado ponto: a mata que se estende até os límites da floresta serrana.

A árvore isolada às demais, foi vítima de um poderoso raio que a fendeu de alto a baixo em um dia de muita tormenta. Só os ventos, que vêm do Alto da Caledônia, por sí sós fazem os estragos desnecessários, mas tiveram como sócio a faísca elétrica que acabou com a vida da árvore grácil.

A que se encontra mais acima dela (com o tronco e alguns galhos aparecendo) foi derrubada por questão de "segurança", disseram os soldados do Corpo de Bombeiros da cidade. Porém, já não havia vida nela, pela incúria de alguns desocupados que tocaram fogo na mata ao pé da mesma.

As outras, pouco tempo duraram. A mão violenta do homem foi mais uma vez causadora do desaparecimento das belas e antigas árvores. Hoje não se vê a casa com tal facilidade. O mato cresceu de tal forma que a tudo encobriu, juntamente com outros pequenos arbustos, que se transformarão em árvores, futuramente, se o homem deixar. Contudo, esse é mais um belo recanto do meu bairro que o meu pincel registrou em suporte de eucatex. Ao fundo, em um verde mais claro, pedaço da mata do Catarcione que corre serra abaixo seguindo paralela à mata do Perissê.





 BOSQUE NO ALTO DA SERRA DO MAR
Nova Friburgo, 11/04/08

Quem desce a serra que leva a Rio das Ostras, no litoral fluminense, obriga-se a desviar do seu curso para, penetrando à direita, em uma das muitas estradas que levam a fazendas naqueles rincões topar com bosques como este captado por minha câmera e posteriormente registrado em suporte igualmente de eucatex. Pintar ao vivo torna-se impossível, por causa das muitas chuvas e ventanias intensas no local.

Trata-se de região de dificil acesso e bastante inóspita. A cabana vista sob as sombras das árvores, nada reserva de atraente por dentro. É um cômodo só, e sem qualquer confôrto. A porta está sempre aberta, pelo que me foi dito, servindo tão somente de entrada aos caminhantes que procuram lugares mais ermos para um descanso do dia-a-dia das cidades, mas com um teto sob as cabeças. A água do riacho, que vem descendo em direção à serra mais abaixo, é gelada e ótima para consumo. Ali nada se ouve, a não ser o canto suave dos pássaros e, às vezes, o rosnar das onças que rondam toda a região da mata. É o típico recanto dessa serra abençoada que nos convida ao abandono de nossas vidas no corre-corre das cidades, porém com todo cuidado para se chegar lá sem tropeços.
FONTE:
http://blogdomorani.blogspot.com/2008_04_01_archive.html


OBS. Publicado originalmente no dia 16/01/2011 na página  http://painel-mundus777.blogspot.com.br