terça-feira, 26 de outubro de 2010

FALTA DE ÉTICA ... (ALICERCES DE AREIA)

(Rivaldo R.Ribeiro - Bonifácio-SP)


"Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo" (Fernando Pessoa)


A sociedade precisa ver o prejuízo com a exclusão social das pessoas que, por falta de oportunidades elegem alternativas prioritárias para sua sobrevivência afastando assim seus sonhos de ascensão na profissão e socialmente que, no entanto, poderiam ajudar no desenvolvimento do país.


Assim, os homens de bem não devem admitir de forma alguma, a corrupção e a falta de ética, vírus que usurpam as oportunidades e necessidades básicas de outras pessoas; devem sair de sua inércia e conivência para mudar isso, ou serão cúmplices dessas ações. Devemos lembrar do patriotismo que deve começar na menor de nossas atitudes e no mais distante rincão do nosso país.


As autoridades devem encarar suas funções com transparência, com idealismo; promover o cumprimento das leis, pois com seu desrespeito estarão desrespeitando a ordem das coisas e a DEMOCRACIA, e rejeitar qualquer tipo de favoritismos ou influencias externas, colaborando assim para o desenvolvimento da ética na sociedade, banindo a corrupção.


A luta pelo status, o desejo de participar do poder social, pode mistificar as pessoas e abrir um caminho perigoso e irreversível da corrupção. Portanto, será uma grande mentira se acreditarmos na falta de ética como trampolim, pois no futuro não poderemos andar de cabeça erguida, porque nas tristes sombras da covardia não fomos capazes de repudiá-la, e nada justifica abdicação da ética, porque vivemos numa sociedade e todos somos elos de ligação, tanto que mora em palácios ou nas favelas.


As festas e atitudes resultantes da falta ética, corrupção, conchavos, propinas, é comemorar o que? É comemorar os desconcertos do mundo. É comemorar o grito de uma criança como fome. É comemorar a miséria. É comemorar a dor sem remédio. É comemorar a falta de atendimento nos hospitais com pessoas amontoadas nos corredores. Mortes por falta de UTIs. É comemorar a falta de moradia. É comemorar a falta de educação. É comemorar os baixos salários dos que realmente constroem o nosso país. É comemorar a falta de ar dos que não conseguem respirar porque essa sujeira os impede de vir à tona.


É PATROCINAR A VIOLÊNCIA.


A minha indignação é que tudo isso não é fruto de uma catástrofe imprevista, mas de muitos anos de inconsciência, incoerência e falta de patriotismo. Os flagelos da miséria junto com a grande diferença social não se justificam senão por causa da corrupção e da falta ética secular, uma longa viagem desde quando fomos descobertos e tínhamos ouro e pedras preciosas que levaram embora e deram aos ingleses.


Os corruptos não imaginam a linha tênue que separa a obscura condição dos privilégios presentes e do futuro enigmáticos dos seus próprios filhos, que serão frutos de um mundo injusto, com problemas ainda maiores do que enfrentamos hoje. Serão capazes de solucioná-los? Ou será que seu egoísmo os cega, impedindo de amar os seus filhos e se preocupar com seus futuros?
 "A falta de ética e a corrupção diante de uma nação é como se um membro de uma família roubasse na surdina: a comida da despensa, os cobertores do frio, o telhado da casa, as portas e ainda os muros, deixando a família com fome, frio e sem segurança."


ÉTICA é parte da filosofia que trata do bem e do mal, normas morais, dos julgamentos de valores, realizando uma reflexão sobre essas questões. A ética discute também o objetivo da existência humana e os meios de entender os modos de existir, considerando o bem é o mal.


Aqueles que professam a fé cristã, porém desrespeitando a ética, estão violando o maior preceito de Deus, que é o bem.




A minha torcida como todo e qualquer cidadão brasileiro, é que os novos deputados, novos governadores, novos políticos, evitem a falta de ética e corrupção, amem o Brasil, namorem o Brasil, e se casem por amor com a nossa Pátria.
Postar um comentário