terça-feira, 8 de março de 2011

GUERREIROS DA PAZ, NÃO PERMITAM QUE APAGUEM O ARCO ÍRIS!!!

Os mensageiros da Paz estão tristes...
Tombam os fracos e inocentes...
Tombam as florestas e o que nelas habitam,
Os rios se tornam sangue venoso, o ar em gás letal.
Os bons que dispersam dão lugar aos devastadores...
Jovens confiantes tapam olhos e ouvidos à sua miséria...


Cidades barulhentas estão desertas, apenas movem-se as máquinas...
Palácios fortificados fogem com medo,
Fecham-se, se calam, ilhados em si mesmo.


O silêncio soluça no meio da devastação,
Os mensageiros da Paz estão tristes e angustiados,

Ninguém se importa!

Não abaixem a cabeça, continuem insistindo...
Não queremos ouvir gritos, desesperos, fome...
Não queremos ver planícies vermelhas e movediças,
Não queremos ver o céu sem arco íris,
Não vamos permitir que apaguem o céu...


Estão tristes quase ninguém se importa com isso,
Um dia correrão para vocês atordoados em busca de uma gota de água!!


Ai de ti, devastador que ainda não foste devastado,
Salteador que ainda não foste saqueado!
Quando acabares de devastar, serás devastado,
Quando acabares de saquear, serás saqueado. (Isaias 33,1)




"Meus queridos amigos, meu espírito de luta se deprime, não consigo compreender meus iguais, sinto no coração e na alma uma tristeza funda que quase me paralisa, porque tanta devastação?".

Postar um comentário