domingo, 19 de junho de 2011

TRISTEZA!?

Tristeza!? É meu amigo hoje estou assim, como é ruim a tristeza, tira tudo da gente, o animo, a vontade de ir a Igreja, Eu ando um pouco assim, será a idade chegando, os filhos crescendo e tomando seus rumos e agente ficando num mesmo ponto.


Será a síndrome da segunda feira, foi-se a liberdade, não sou vagabundo, o trabalho sempre fez parte da minha vida, mas como ele tira a liberdade da gente...E a vida tão curta...


É meu amigo, meu coração dói, alma pesa com a culpa de faltar a Missa.


Será que Deus perdoa? Acho que sim, pois em troca prometi a Ele publicar algumas orações na internet para o Seu mundo. Não foi isso que Ele disse: Ide até os confins da Terra e evangelize, não foi?


É meu amigo, amanha começa outro mês, tudo de novo, discussões no ambulatório, pacientes doentes com todas as razões do mundo atrás de médicos. Nós estamos na linha de frente pra dizer não.


O coração dói em ver gente pobre como eu, sofrendo e não podemos fazer quase nada, apenas dizer um suave não, e aconselhando: agende sua consulta para outro dia. Mas as dores, sofrimentos lhes machucam hoje, noutro dia talvez alguns deles já morrêssemos como já aconteceu, ou por um milagre de Deus a doença se foi.


É meu amigo, sinceramente não consigo compreender esse mundo. Acho que vim de um lugar que a liberdade era lei. Não a liberdade de vagabundos, se é que você me entende, mas a liberdade de poder voar como os pássaros, amar as flores como as abelhas, a liberdade de trabalhar feliz como as formigas...


Rivaldo R. Ribeiro





Postar um comentário